Proteção para o Corpo

Exibindo 1–15 de 78 resultados

Proteção para o corpo com os melhores EPIs do mercado. As Vestimentas de Segurança protegem o corpo do trabalhador contra os riscos ambientais. Além disso, auxiliam na proteção do tronco, membros superiores e inferiores contra umidade, respingos de produtos químicos e agentes térmicos.

Na loja da Prometal EPIs você encontra diferentes tipos de vestimentas para a proteção do corpo do trabalhador.

Confira:

O Equipamento de Proteção Individual (EPI) é fundamental para proteger e garantir a segurança durante a jornada de trabalho. Quando necessário e recomendado pelos profissionais da segurança do trabalho, a vestimenta de segurança deve ser utilizada e fornecida obrigatoriamente para o trabalhadores.

A proteção para o corpo do trabalhador

A Proteção para o Corpo tem como principal objetivo oferecer proteção para o tronco e/ou membros inferiores do trabalhador contra diversos tipos de risco. Entre eles, podemos listar: 

  • Riscos biológicos (vírus, bactérias, respingos de fluidos corporais);
  • Riscos químicos (como substâncias tóxicas ou corrosivas); e
  • Físicos (umidade, variação de temperaturas, etc);

No entanto, para que seja feita uma proteção adequada, é muito importante escolher o tipo de proteção mais apropriado. Nesse caso, primeiro a pessoa ou empresa tem que fazer uma análise preliminar de risco, para identificar QUAL TIPO DE PROTEÇÃO será necessária. A partir disso, poderá selecionar entre as opções que dispomos, qual é o item que se enquadra na necessidade.

A avaliação de risco de nível superior deverá determinar os riscos que podem ser encontrados no ambiente de trabalho e, a partir disso, os EPIs poderão ser ou não necessários.

Como você vê nessa página, existem diversos itens de Proteção Para o Corpo. Se você deseja saber mais sobre eles, fique atento que nós iremos te explicar. 

Tipos de Proteção para o Corpo

Podemos elencar como Proteção para o Corpo todos aqueles itens que servem para proteger o tronco ou partes do corpo específicas do trabalhador. Como você vê nesta página, vemos: 

  • Aventais;
  • Calças;
  • Coletes;
  • Macacões;
  • Capas;
  • Capuz; 
  • Entre outros.

Nem todos estes produtos são considerados EPIs! Alguns são apenas itens de segurança que se enquadram nesta mesma nomenclatura. No entanto, segundo o item H do Anexo I da NR 6, Norma Regulamentadora referente aos EPIs, vemos os EPIs para a proteção do corpo inteiro.

Veja abaixo esta relação:

H. EPIs PARA PROTEÇÃO DO CORPO INTEIRO

H.1 – Macacão

  1. a) macacão para proteção do tronco e membros superiores e inferiores contra agentes térmicos;
  2. b) macacão para proteção do tronco e membros superiores e inferiores contra respingos de produtos químicos;
  3. c) macacão para proteção do tronco e membros superiores e inferiores contra umidade proveniente de operações com uso de água.
  4. d) macacão para proteção do tronco e membros superiores e inferiores contra umidade proveniente de precipitação pluviométrica. (Redação dada pela Portaria MTB 870/2017)

H.2 – Vestimenta de corpo inteiro

  1. a) vestimenta para proteção de todo o corpo contra respingos de produtos químicos;
  2. b) vestimenta para proteção de todo o corpo contra umidade proveniente de operações com água;
  3. c) vestimenta condutiva para proteção de todo o corpo contra choques elétricos.
  4. d) vestimenta para proteção de todo o corpo contra umidade proveniente de precipitação pluviométrica.

E também vemos, no item E, os EPIs para a Proteção do Tronco – o que também se encaixa na Proteção para o Corpo que vemos nesta página. Veja: 

E.1 – Vestimentas

  1. a) Vestimentas para proteção do tronco contra riscos de origem térmica;
  2. b) Vestimentas para proteção do tronco contra riscos de origem mecânica;
  3. c) Vestimentas para proteção do tronco contra riscos de origem química;
  4. d) Vestimentas para proteção do tronco contra riscos de origem radioativa;
  5. e) vestimenta para proteção do tronco contra umidade proveniente de precipitação pluviométrica. (Alteração dada pela Portaria MTB 870/2017)
  6. e) Vestimentas para proteção do tronco contra riscos de origem meteorológica;
  7. f) Vestimentas para proteção do tronco contra umidade proveniente de operações com uso de água.

E.2 – Colete à prova de balas de uso permitido para vigilantes que trabalhem portando arma de fogo, para proteção do tronco contra riscos de origem mecânica.

Onde utilizar a Proteção para o Corpo? 

A utilização de EPIs é a última das Medidas de Controle de Risco a serem tomadas para a proteção do trabalhador. Deve ser empregada sempre que todas as outras medidas preventivas forem tomadas e ainda assim, insuficientes para eliminar os riscos e promover a segurança do trabalho.

Por este motivo, os Equipamentos de Proteção Individual são extremamente importantes e devem ser levados a sério. Para que sejam escolhidos, é necessário levar em consideração a análise de riscos do ambiente de trabalho.

Somente identificando e avaliando previamente os riscos é que se poderá pensar nas medidas de controle que deverão ser aplicadas. Dentre elas, os Equipamentos de Proteção Coletiva, Individuais e até mesmo os demais itens de segurança que não se encaixam nessas categorias mas ainda assim são fundamentais.

Como existem muitos produtos de Proteção para o Corpo, são muitos os riscos aos quais oferecem proteção. Dessa forma, acabam se encaixando nas mais diversas profissões. Desde pintores, até profissionais da área da saúde, passando por serviços de limpeza, guardas de trânsito, entre outros. 

Lembre-se que para saber qual o EPI é necessário, deve-se levar em consideração o PPRA, para que se tenha em mãos essa avaliação dos riscos do ambiente de trabalho.   

Algumas dicas essenciais

Os itens de Proteção para o Corpo geralmente são necessários para o desempenho de determinadas funções que podem causar danos ao corpo dos funcionários quando em contato com materiais tóxicos ou cortantes, por exemplo. 

Também podem ser utilizados em situações onde os trabalhadores necessitam da proteção contra intempéries como o frio, a chuva ou outras condições externas que podem afetar seu desempenho no trabalho.  

Eletricistas, funcionários da construção civil, alimentícia e automotiva são apenas alguns exemplos dentre as profissões que necessitam de Proteção para o Corpo durante o dia a dia. Para escolher qual a mais adequada, leve em consideração as nossas dicas:  

Produto certo para a Função correta!

Cada segmento requer um traje de proteção diferente. Trabalhadores que atuam em um laboratório químico ou com energia elétrica têm diferentes necessidades e precisam de medidas especiais de segurança para proteger sua integridade.

Por este motivo, é fundamental levar em consideração os riscos do ambiente de trabalho e da atividade que será desenvolvida. Por exemplo, se há riscos elétricos, o EPI escolhido deverá oferecer este mesmo tipo de proteção. 

Do contrário, o trabalhador estará desprotegido e poderá resultar em acidentes do trabalho. 

Tamanho do EPI

Para que o EPI seja de fato eficiente, é necessário que ele sirva perfeitamente no trabalhador. Além de causar desconforto, utilizar um EPI de tamanho errado pode colocar o usuário em risco, pois não estará oferecendo a proteção adequada. 

Outro ponto importante é que o Equipamento deve ser confortável e não tirar as habilidades do trabalhador para desenvolver suas atividades. Pontos que também são facilmente resolvidos através de um EPI de tamanho adequado para o trabalhador em questão.  

Atividades distintas, proteções e roupas diferentes

Cada roupa de proteção tem uma finalidade específica. Ou seja, se o mesmo funcionário está enfrentando situações diferentes e com riscos diferentes, ele precisa ter equipamentos de proteção adequados para cada um deles. Por exemplo, roupas que impeçam a entrada de gases, líquidos, respingos e partículas não são adequadas para proteção quando em contato com a rede elétrica.

Se os funcionários mudarem de função, eles devem ser substituídos. É ideal trabalhar lado a lado com técnicos de segurança do trabalho para mapear o ambiente de negócios e entender os riscos que os funcionários correm. Ele determinará as situações em que roupas de proteção são necessárias, quais materiais devem ser usados e quais roupas de proteção os funcionários precisam.

EPIs são insubstituíveis

Ao adquirir o equipamento de proteção, você deve saber qual tipo, qual material é recomendado e qual o grau de proteção fornecido. Não é porque um EPI é feito do mesmo material que o outro, ou possui qualquer outra semelhança, que ele vai ser da mesma eficiência. 

Vamos usar como exemplo as vestimentas de Proteção para o Corpo contra Produtos Químicos. Entre os Macacões Descartáveis, podemos elencar 6 diferentes tipos que podem ser muito semelhantes entre si. No entanto, o Tipo 1 pode até prevenir gases tóxicos, enquanto o Tipo 6 só pode prevenir contra Spray. 

Tenha cuidado ao escolher roupas de proteção e não se deixe enganar!

Proteção para o Corpo? É na Prometal EPIs!

TOP
Prometal EPIs